terça-feira, 31 de julho de 2012

BANHEIROS PARALELOS

                                                                     Conto


No banheiro dos homens, se conversa com muita objetividade (quando se conversa). Os homens não levam bolsas, não retocam maquiagem e dificilmente cagam. Por isso o tempo que se gasta lá é muito curto, Mal balançamos o pinto direito.
-Então, Carlão! Vai comer a loirinha, mesmo? Perguntou o primo do interior de São Paulo, que estava a passeio na cidade, mudando o saco para o outro lado da cueca.
-Cara, sei lá! Tô com vontade de traçar a japonesinha mesmo.  A loirinha tá fazendo cu doce. Não quero perder muito tempo hoje. Amanhã aquele filho da puta do chefe vai para o escritório bem cedo. Só quero da uma trepada bem rápida e sair fora.
-Eu estou de férias mesmo, vou ficar por aqui e ver se pego uma melhor que a tua, Não como japa. Não desce nem fudendo.
- Se liga cara, a japa é mó gostosinha.. Ei, lava a mão cuzão!  Tá de sacanagem!, Já pensou essa mão cheirando a mijo. Se toca “Chico bento”, as mina se liga nisso.

...Olhar de desprezo...
No banheiro das mulheres, o tempo é ignorado, como em muitos outros lugares.  Existem tantas coisas para ser feito entre um xixi e uma retocada no batom que precisam sempre de testemunhas, alguém que concorde com o que fazem. Nunca estão sozinhas.
-Você viu aqueles músculos menina! que tesão de caipira. Ele andou me medindo, quando eu estava dançando. Não sei não! Mas eu acho que eu estou precisando de alguma coisa mais rustica, meio animal hoje. Ah! eu pegava com certeza. Amanhã cedo viajo para a filial em Tóquio, vou dá em cima agora, marcar território, vou dá pra ele de qualquer jeito.
-Luísa, você está terrível hoje! Que isso, esta parecendo puta. Segura a periquita, mulher! Vamos com calma, o cara vai ficar uns tempos por aqui, você volta na sexta. Vai pegar mal, dá logo de cara.

Risos...

-Que isso Ana! Virou a Madre Tereza!  Estou precisando esquecer o Tiago, aquele viado filho da puta, depois que ele me deu o pé na bunda, nunca mais dei pra ninguém.
-A vá!  Jura! Sério, menina! Não acredito. E o tal do Luís, eu vi vocês dois juntos varias vezes.
- Xii, babado forte mulher! O cara tem o pinto cheio de verrugas, num rolou nada. O coitado é lindo, mas sem uma ferramenta de grife é foda. Passei mal naquele motel, que foi caro pra caralho! Pior depois foi ficar consolando ele, dizendo que a culpa era minha e que eu era cheia de frescura e que tinha pesadelos desde menina com verrugas, essa coisa de trauma e tal, o cara ficou meio prá baixo, mas, porra! toma no cu! Com um pau destes não rola, o pior é que estas coisas tem cura. O cara é muito relaxado mesmo, ah! ele que se foda! Bonito de pau esquisito!!

Risos de novo.....

- Que azar né! Não era para dar em nada mesmo, mas só por isso você não vai sair por aí dando pro primeiro que aparecer, calma, tem muito homem ainda neste mundo.
-Será? Cada dia eu conheço um viado novo.
- É verdade! eu também.
Risos de novo...

-Você acha que eu devo retocar o loiro?  Eu estou sentindo ele opaco, sem vida...
- Que isso menina! Ele tá lindo, olha só como ele tá leve, brilhante... tá combinando com a bolsa, aliás, que bolsa linda, Jú, aonde você comprou? arrasou, me conta.
- Nem te conto gata. Ganhei de um cara que você ainda não conhece. Um puta negrão alto e gostoso, to dando pra ele de vez em quando, ele tá viajando esta semana, tá meio enrolado com uns problema da  família dele lá do Paraná, o cara tem bom gosto olha só que linda esta bolsa!
- Linda demais. Amei, mas eu não curto negros, você sabe né!  Gosto de pinto normal. Pinto muito grande me estraga, fico toda arrebentada, tô fora!
- É normal menina!, tamanho certo. Acho que uns 16 ou 17, além do mais é todo perfumado, malhado, gostoso pra caramba. Só tem um problema, ele não gosta muito de chupar, fica socando muito, quase o tempo todo. Cansa muito e demora demais pra gozar. Ah! que saudades do Felipe, aquele sim, tinha "o dom", era foda, dava um trato do caralho! mas quem não tem cão caça com gato né!!.

Risos de novo..

-Vamos embora menina, os rapazes devem estar preocupados com a gente.
-Que nada, relaxa! Eles estão falando de futebol ou de carro, eles só sabem falar disso...
-É mesmo,
-Espera um pouco, enfia um pouco mais esta calcinha no cu, tá parecendo minha tia!  Assim o teu negão vai lamber a sua buceta mesmo!

Risos de novo....


Marcos Tavares de Souza
Escreve aqui quando 
não tem nada que fazer.