segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

RAIZ


Entre a raiz e a essência,
um momento intenso,
inevitável crescimento,
(fome do externo)
voracidade, germinação...
Uma raiz que rasga minha alma,
despretensiosamente.


Flutua no firmamento
uma sede que vem de dentro.
Um intervalo do eterno
que não cabe,
(nunca coube)
em minhas mãos.
Uma alma que enraíza meu chão
sistematicamente. 


Marcos tavares