segunda-feira, 15 de junho de 2015

VENDAVAIS


Esse amor explodindo  
Saindo pelas retinas,
Já tive sim, medo de mim
E de dormir,

Eu tenho credo
Esmero pela chuva
Já tive sim, apegos vis
e desespero pra sorrir,

Eu zelo ainda
as pedras nas mãos
que vou jogando ao chão
mas, varri meus vendavais
que não moram mais em mim

Ah! Essa vontade de viver
Que veio brotando assim
Preenchendo sem saber
que existe fé em deixar ser.

Ah! Essa vontade de pintar estrelas
Que veio gritando enfim
Sem nem mesmo perceber
Que tudo já estava em mim. 




Marcos tavares