quarta-feira, 1 de agosto de 2012

CRENÇAS

Não quero seu deus!
Enfia ele no cu.
Enfia também o seu paraíso,
os seus rituais, seus samurais,
seus ancestrais,
suas rezas,
suas orações,
suas vibrações...
Enfia tudo no olho do seu cu.

Não quero que me chame
pra lugar algum,
pra porra nenhuma.
Macumbas, novenas, cultos 
passes, descarrego, louvação 
terreiros, benzimentos,
seja lá o que for...
Nada, me interessa.
Deixe-me só.
com meus tormentos. 

Eu não tenho educação.
Não quero perdoar.
Não quero acreditar.
Não quero ofertar.
Não quero ajoelhar.
Eu vou me perder por ai.
Foda-se, deixa rolar...
Vá à merda com suas crenças.

Quem (seja lá o que) me criou,
me fez assim (a esmo).
É problema dele,
o que fazer de mim.
Faça como eu,
Cuide de si mesmo,
(eu sei que você pode)
Tente!

Marcos tavares de souza